Microsoft está desenvolvendo software que substitui o Android pelo Windows 10


No evento WINHEC que está rolando na China diversas novidades sobre o Windows 10 foram reveladas, como as novas informações sobre o lançamento do novo sistema. De acordo com Terry Myerson, executivo da Microsoft o Windows 10 estará disponível provavelmente a partir do terceiro trimestre do ano em 190 países e em 111 idiomas, será gratuito para os usuários do Windows 7 e Windows 8 via atualização com período de gratuidade por um ano, que começa a contar a partir do lançamento da nova versão do SO.

Também foi divulgado as especificações mínimas do Windows 10, tanto em sua versão desktop como também sua versão mobile. Agora um dos anúncios mais interessantes divulgados até então, envolve um software que a Microsot está desenvolvendo que permitirá que o Windows 10 seja instalado em smartphones Android, e a marca de smartphones que foi escolhida pela Microsoft para iniciar os testes do novo recurso foi a Xiaomi.

Essa parceria irá originar um programa de desenvolvimento do Windows 10 para “super user” de smartphones Mi4. Com esse software os usuários terão a oportunidade de baixar o Windows 10 Technical Preview e instalá-lo no smartphone e relatar o feedback da experiência de uso para a Microsoft melhorar a versão final.

Por enquanto as informações sobre esse software são escassas, mas provavelmente ele irá substituir completamente o Android pelo Windows 10, sem a possibilidade de um dua-boot entre os dois sistemas.

A ideia de escolher a Xiaomi para esse teste, foi justamente devido ao mercado chinês apresentar um grande número de usuários que apostam em personalizações de software em seus aparelhos, principalmente relacionados a aplicativos de lojas de terceiros, já que a Google Play no território chinês é completamente restrita.

Tudo indica que com essa medida a Microsoft irá tentar ao máximo converter o maior número de usuários do Android para o Windows 10, lembrando que por enquanto isso atingirá somente os usuários que utilizam seu smartphone com prvilégios elevados de configuração (Root), e caso de certo novos parcerios podem se aliar a gigante de Redmond. Novas informações sobre o software deverão ser divulgadas nos próximos meses.

Via Hardware